top of page
  • Foto do escritorMarcio Weber

Seleção 2023 da Première Brasil do Festival do Rio é anunciada.


Troféu dourado, maciço e luminoso do cristo redentor com rolos de filme
Troféu Redento, prêmio dado aos filmes da Mostra Competitiva do Festival do Rio

O Festival do Rio entra na vigésima quinta edição com a reedição de uma nova parceria com a Shell e promovida pelo Ministério da Cultura e Prefeitura do Rio de Janeiro, sendo novamente a patrocinadora master do evento. Um dos principais festivais cinematográficos do país, cobiçados por muitos realizadores divulgou seleção com 90 produções ou coproduções brasileiras.


Dentre os 1.108 inscritos sendo eles, 790 curtas e 318 longas. Dividas nas já tradicionais seleções separadas entre a Competição Oficial e a Mostra Novos Rumos, sendo elas competitivas. Além das de caráter não competitivo como Hors Concours, Retratos e O Estado das Coisas.


Um dos diferencias do Festival é promover o debate presencial com as equipes de filmes, fazendo com que o espectador possa refletir, compreender e conhecer melhor os profissionais do cinema brasileiro e a diversidade de histórias e tendências.


Além de antecipar muitas estreias que serão oficialmente lançadas mais tarde. A exclusividade é importante uma vez que terão 40 estreias mundiais.



Tons vermelhos, um homem preto maquiado
Pedágio (2023). Foto: Divulgação (Sinny Assessoria)

Muitos selecionados vem com grande expectativa. Pedágio de Carolina Markowicz terá a estreia mundial no TIFF (Toronto International FIlm Festival), um dos principais acontecimentos cinematográficos do ano, que ajudam a ditar tendências para a Indústria do Cinema.


O filme de Markowicz não foi apenas o único selecionado, como recebeu um prêmio de prestígio, trata-se do Emerging Talent Award, destinado a cineastas em ascensão. Apesar da honraria, já pode se dizer que a diretora é uma habitué do festival tendo participado em cinco edições da cerimônia, sendo representada pelos curtas "Edifício Tatuapé Hotel", (2014), "Namoro à Distância" (2017), "O Orfão" (2018) e longa "Carvão" (2022), além de participar da Oficina Filmmakers Lab em 2019.


Pedágio aborda uma temática que envolve o impacto opressivo e violento sofrida pela população LGBTQIA+, e promete resgatar a assinatura da diretora para o humor ácido e imprevisível que rendeu frutos. A diretora foi a vencedora do Grande Prêmio de Cinema Brasileiro na categoria de Melhor Direção de Estreia em Longas Metragens


O filme é um dos habilitados para concorrer ao Oscar 2024 de Melhor Filme Internacional, junto com outros 27 filmes a serem avaliados pela Academia de Cinema Brasileiro e Artes Visuais que divulgará a escolha no dia 12 de Setembro (Terça-Feira).


Outros dois filmes presentes nesta lista: "Estranho Caminho" de Guto Parente, "Mussum, O Filmis" de Silvio Guindane, também tiveram reconhecimento máximo da crítica em festivais tradicionais como Tribeca (EUA) e o Festival de Gramado.


A seleção marca também o retorno após alguns anos dos lançamentos dos respectivos filmes de diretores como André Novais Oliveira (Temporada, 2018), Eduardo Nunes (Unicórnio, 2017) e Tião (Animal Político, 2016), ele dirige aguardado "Sem Coração" recém exibido na Mostro Orizzonti, no Festival de Veneza, em parceria com Nara Normande (em sua estreia em longas-metragens)o


Já na seleção de documentários, Emílio Domingos apresenta o segundo projeto dele no ano, "Black Rio, Black Power". Daniel Gonçalves, estará mais uma vez presente no evento, dessa vez com "Assexybilidade". Também se destaca a estreia em longas de Lucas H. Rossi que traz uma biografia documental de Grande Othelo.


As mostras hors concours, curtas e coproduções reservam produções aguardadas entre elas o premiado em Cannes "A Flor do Buriti", "Pássaro Memória" de Leonardo Martinelli e "Puán" de Benjamin Neishtat & Maria Alché que será exibido no Festival de San Sebástian na Espanha.


O Festival do Rio acontece entre 05 a 15 de Outubro em cinemas selecionados ao redor do Rio de Janeiro.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


SELEÇÃO COMPLETA:


Première Brasil - Competição


Competição Longas de Ficção


• Ana, de Marcus Faustini (RJ) - Première Mundial


• A Batalha da Rua Maria Antônia, de Vera Egito (SP) - Première Mundial


• A Festa de Léo, de Luciana Bezerra e Gustavo Melo (RJ) - Première Mundial


• As Polacas, de João Jardim (RJ) - Première Mundial


• Até Que a Música Pare, de Cristiane Oliveira (RS) - Première Mundial


• Cinco da Tarde, de Eduardo Nunes (RJ) - Première Mundial


• Estranho Caminho, de Guto Parente (CE) - Première Mundial


• Levante, de Lillah Halla (SP) - Première Nacional


• O Dia Que Te Conheci, de André Novais Oliveira (MG) - Première Mundial


• O Mensageiro, de Lúcia Murat (RJ) - Première Mundial


• Onoff, de Lírio Ferreira (RJ) - Première Mundial


• Pedágio, de Carolina Markowicz (SP) – Première Nacional


• Sem Coração, de Nara Normande e Tião (PE) - Première Nacional



Competição Longas Documentários


• Assexybilidade, de Daniel Gonçalves (RJ) - Première Nacional


• Black Rio! Black Power!, de Emílio Domingos (RJ) - Première Mundial


• Helô, de Lula Buarque de Hollanda (RJ) - Première Mundial


• Línguas da Nossa Língua, de Estevão Ciavatta (RJ) - Première Mundial


• O Coro do Te-Ato, de Stella Oswaldo Cruz Penido (RJ) - Première Mundial


• Othelo, o Grande, de Lucas H. Rossi dos Santos (RJ) - Première Mundial


• Utopia Tropical, de João Amorim (DF) - Première Mundial



Hors Concours


• A Flor do Buriti, de João Salaviza e Renée Nader Messora (Brasil/Portugal)


• A Paixão Segundo G.H., de Luiz Fernando Carvalho (RJ) - Première Mundial


• Leme do Destino, de Julio Bressane (RJ) - Première Mundial


• Meu Nome é Gal, de Dandara Ferreira e Lô Politi (SP) - Première Mundial


• Meu Sangue Ferve Por Você, de Paulo Machline (SP) - Première Mundial


• Mussum, o Filmis, de Sílvio Guindane (RJ)


• O Diabo da Rua no Meio do Redemunho, de Bia Lessa (RJ) - Première Mundial



Competição Curtas


• A Lama da Mãe Morta, de Camilo Pellegrini (RJ)


• Bença, de Mano Cappu (PR)


• Cabana, de Adriana de Faria (PA)


• Cassandra, de Paula Granato (SP)


• Deixa, de Mariana Jaspe (RJ)


• Diamantes de Acayaca, de Francisco Nora Franco e Fernanda Roque (MG)


• Engole o Choro, de Fábio Rodrigo (SP)


• Mergulho, de Marton Olympio e Anderson Jesus (RJ)


• Nina e o Abismo, de Alice Name-Bontempo (SP)


• Onde a Floresta Acaba, de Otavio Cury (SP)


• Pássaro Memória, de Leonardo Martinelli (RJ)


• Pequenas Insurreições, de William de Oliveira (PR)


• Quarto de Hotel, de Marcelo Ribas Grabowsky e Mauro Pinheiro Jr. (RJ)


• Thuë Pihi Kuuwi - Uma Mulher Pensando, de Aida Harika Yanomami, Roseane Yariana Yanomami e Edmar Tokorino Yanomami (SP)


• Tudo o Que Cresce e Voa, de Maria Fanchin (SP)


• Vão das Almas, de Edileuza Penha e Santiago Dellape (DF)



Première Brasil – Competição Novos Rumos


Competição Novos Rumos Longas


• Atmosfera, de Paulo Caldas (SP) - Première Mundial


• Bizarros Peixes das Fossas Abissais, de Marão (RJ) - Première Nacional


• Eu sou Maria, de Clara Linhart (RJ) - Première Mundial


• Iracemas, de Tuca Siqueira (PE) - Première Mundial


• Nada Será Como Antes, de Ana Rieper (RJ) - Première Mundial


• Saudade Fez Morada Aqui Dentro, de Haroldo Borges (BA) - Première Mundial


• Termodielétrico, de Ana Costa Ribeiro, 72’ (RJ) - Première Mundial


• Tudo Que Você Podia Ser, de Ricardo Alves Jr (MG) - Première Mundial



Competição Curtas Novos Rumos


• A Alma das Coisas, de Douglas Soares e Felipe Herzog (RJ)


• As Miçangas, de Rafaela Camelo e Emanuel Lavor (DF)


• Castanho, de Adanilo (AM)


• Dependências, de Luísa Arraes (RJ)


• Erva de Gato, de Novíssimo Edgar (SP)


• Jaguanum, de Samuel Lobo (RJ)


• Queime Este Corpo, de Denis Cisma e Mauricio Bouzon (SP)


• Se Precisar de Algo, de Mariana Cobra (SP)



Premiere Brasil Retratos


Longas Retratos


• Aretha no Everest, de Roberta Estrela D’Alva e Tatiana Lohmann (RJ) - Première Mundial


• Dois Sertões, de Caio Resende e Fabiana Leite (BA) - Première Mundial


• Nas Ondas de Dorival Caymmi, de Locca Faria (RJ) - Première Mundial


• Nelson Pereira dos Santos - Uma Vida de Cinema, de Ivelise Ferreira e Aída Marques (RJ) - Première Nacional


• Peréio, Eu Te Odeio, de Tasso Dourado e Allan Sieber (RJ) - Première Mundial


• Rio da Dúvida, de Joel Pizzini (RJ) - Première Nacional


• Roberto Farias - Memórias de um Cineasta, de Marise Farias (RJ)


• Samuel Wainer, de Dario Menezes (RJ) - Première Mundial



Curtas Retratos


• A Edição do Nordeste, de Pedro Fiuza (RN)


• Arruma um Pessoal pra Gente Botar uma Macumba num Disco, de Chico Serra (RJ)


• Celebrazione, de Luís Carlos Lacerda (RJ)


• Macaléia, de Rejane Zilles (RJ)


• Teatro de Máscaras, de Eduardo Ades (RJ)



Première Brasil O Estado das Coisas


Longas O Estado das Coisas


• Aqui en la Frontera, de Marcela Ulhoa e Daniel Tancredi (RR)


• Bye, Bye Amazônia, de Neville de Almeida (RJ)


• Corpos Invisíveis, de Quézia Lopes (RJ) - Première Mundial


• Incompatível Com a Vida, de Eliza Capai (RJ)


• Rapacidade, de Julia de Simone e Ricardo Pretti (RJ)


• Rejeito, de Pedro de Filippis (SP)


• Toda Noite Estarei Lá, de Tati Franklin e Suellen Vasconcelos (ES)



Curtas O Estado das Coisas


• Quarta-Feira, de Bárbara Santos e João Pedro Prado (Brasil/Alemanha)


• Camorim, de Renan Barbosa Brandão (RJ)


• Por Favor Leiam Para Que Eu Descanse Em Paz, de Anna Costa e Silva e Nanda Félix (RJ)


• Yãmî Yah-Pá - Fim da Noite, de Vladimir Seixas (RJ)



Exibição Especial de Curtas


• Aquela Mulher, de Cristina Lago e Marina Erlanger (RJ)


• Ficção Suburbana, de Rossandra Leone (RJ)


• Helena de Guaratiba, de Karen Black (RJ)


• Noturna, de Gabriela Poester (RJ)


• O Chá de Alice, de Simone Spoladore (RJ)



Sessões Especiais


• Fala, Tu, de Guilherme Coelho (aniversário 20 anos)


• Quantos dias quantas noites, de Cacau Rhoden



Itinerários Únicos


• Egili - Rainha Retinta do Carnaval, de Carolina Reucker (RJ) - Première Mundial


• Mulheres Radicais, de Isabel Nascimento Silva (RJ) - Première Mundial


• Raoni, Uma Amizade Improvável, de Jean-Pierre Dutilleux (RJ) - Première Mundial



Coproduções com o Brasil


• Los Delincuentes, de Rodrigo Moreno (Brasil/Argentina/Luxemburgo/Chile)


• Los de Abajo / Os de Baixo, de Alejandro Quiroga Guerra (Brasil/Argentina/Bolívia/Colômbia)


• Posto Avançado, de Edoardo Morabito (Brasil/Itália)


• Puan, de Benjamín Naishtat e María Alché (Brasil/ Argentina/França/Itália/Alemanha)


• Scab Vendor: The Life and Times of Jonathan Shaw, de Mariana Thomé, Lucas de Barros (Brasil/EUA)


• Somos Guardiões, de Edivan Guajajara, Chelsea Greene e Rob Grobman (Brasil/EUA)


• The Ballad of a Hustler (Sem Pátria), de Heitor Dhalia (Brasil/EUA)


• The Human Surge 3 (O Auge do Humano 3), de Eduardo "Teddy" Williams (Brasil /Taiwan/Argentina/Portugal/Holanda/Peru/Hong Kong/Sri Lanka)


• Nas Pegadas de Mengele, de Alejandro Venturini e Tomás de Leone (Brasil/Argentina)







תגובות


bottom of page